Sinopse:
Rubem Alves, um velhinho que gosta de contar histórias. E como conta histórias! Neste livro ele descreve o modelo de escola que ele acha que o mais adequado para nossas crianças. Um exemplo disto é a escola da ponte, em Portugal que defende um ensino aberto e livre, onde a criança aprende sozinha e brincando as matérias escolares.
O desejo de ensinar e a arte de aprender de Rubem Alves em PDF

Sinopse:
"Não sei como preparar o educador. Talvez porque isso não seja nem necessário, nem possível... É necessário acordá-lo. Basta que os chamemos do seu sono, por um ato de amor e coragem. E talvez, acordados, repetirão o milagre da instauração de novos mundos".

Conversas com quem gosta de ensinar de Rubem Alves em PDF

Sinopse:
"O nascimento do pensamento é igual de uma criança: tudo começa com um ato de amor. Uma semente há de ser depositada no ventre vazio. E a semente do pensamento é o sonho. Por isso os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especializadas em amor: intérpretes de sonhos."

A alegria de ensinar de Rubem Alves em PDF

Sinopse:
Esse livro é uma coleção de cartas que Rubem Alves escreveu aos adolescentes e a seus pais. São cartas francas e alegres. Num tom honesto e de brincadeira ele provoca os adolescentes falando sobre a amizade, o amor, a leitura, a música, as drogas, o sexo, as razões para viver, o heroísmo.

E aí? Cartas aos adolescentes e a seus pais de Rubem Alves em PDF

Sinopse:
Este livro é uma coletânea de crônicas do autor cujo tema principal é o amor.

O amor que acende a lua de Rubem Alves em PDF

9 comentários:

  1. Nós Bem Aprendemos quando queremos, não quando nos querem ensinar.
    Quando fazemos o que não queremos, fazemos por obrigação, não por aprendizado.
    Se da obrigação, algo aprendemos, é a força de quem nos obriga.

    Quando a oposição é muito forte, às vezes, convém ceder e aguardar melhor oportunidade para reverter.

    Eu sou responsável quando escolho e decido.
    Quando escolhem e decidem por mim, não sou responsável. Ignácio B. M. Iglesias

    Muito me beneficiei dos livros de Rubem Alves. Pinóquio às avessas e outros.

    A magia dos gestos poéticos é o melhor resumo da auto biografia de Mahatma Gandhi. Recomendo a todos que nada ou pouco sabem de Gandhi. É uma leitura leve, agradável e criativa no forma descrita por Rubem Alves, que admiro pelos seus pensamentos publicados. Gostaria de conhece-lo e saber porque nunca fez referencia a Carl Rogers, pessoa que também admiro.

    ResponderExcluir
  2. OBRIGADO POR COMPARTILHAR CONOSCO!

    ResponderExcluir
  3. Ola , eu gostaria de baixar o EAI ?Cartas_aos_Adolescentes mas não esta indo pelo link para mim . Será que alguém poderia me ENVIAR por EMAIL POR FAVOR ?
    Se alguém poder fazer a gentileza ficaria muito agradecida meu email : drya887@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "O nascimento do pensamento é igual de uma criança: tudo começa com um ato de amor." Nunca li coisa tão rasa e tão piegas. Como se ao longo de TODA a evolução humana, dede o surgimento da espécie, as 'crianças' nascessem e nasceram de uma 'ato de amor'. Nem entre os gregos que moldaram o pensamento ocidental! Nem é assim ainda nas maioria dos grupos humanos, sejam tribais pouco numerosos ou das sedizentes grandes civilizações. Se ele considerava estupro um 'ato de amor' então era um anormal [posto que generalizou sem declinar casos contrários], idem se não se dava conta de que a maioria absoluta dos nascimentos são por inércia, simplesmente acontecem, por falta de ter como evitar. É processo meramente biológico na origem, apensar das tentativas de pintar o fenômeno com tintas suaves e sabores adocicados de romantismo, coisa recente na condição humana e restrita a uma época e geografia muito identificada numa só parte do planeta. Nem filhos de nobres nasciam por amor, era tudo questão de interesse sucessório de poder, casamentos por arranjos, etc. Sociólogo deveria ter vivido entre índios ao menos, para testar pensamento tão urbanoide e piegas. Um pensador que não conhece origem das espécies, biologia, antropologia embora se achando sociólogo? Putz, demagogia travestida de pedagogia. Só mesmo sendo "teólogo" de formação. Foi um Chalita que deu certo, nada mais. Coitado de quem se atreve a ir contra os fãs da saga, né? Tem de achar o cara o máximo, como fãs de filmes de ficção, só faltando a espada de luz. Lembra muito outro pedagogo vigarista nascido na França e que só no Brasil [onde mais, ora pois...]tem tantos seguidores, Hippolyte Léon Denizard Rivail.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA, gostei da tua coragem!!! Parabéns!!!

      Excluir
  5. ALVES, Rubem. O preparo do educador. In: O educador vida e morte,
    ALVES, Rubem. Estórias de quem gosta de ensinar.

    PRECISO LER ESTES LIVROS..BAIXAR

    ResponderExcluir
  6. O ARQUIVO DO LIVRO CARTA AO ADOLESCENTE NÃO ESTÁ MAIS DISPONÍVEL, EXISTE A POSSIBILIDADE DE SEU RETORNO.....ACESSE MEU PROJETO NESSE IP.: 138.186.165.56:9090, É UMA BIBLIOTECA PARA A COMUNIDADE ESCOLAR, E VOCÊ TEM VARIAS OBRAS QUE EU AINDA NÃO TENHO.... QUERIA SUA OPINIÃO E TEM COMO ME AJUDAR..... CONTATO sprandel2000@gmail.com

    ResponderExcluir