PROMOÇÃO OFF - INSTITUTO VERITAS


 'NOVO ANALFABETISMO': 
por que tantos alunos latino-americanos terminam ensino fundamental sem ler ou fazer contas.

Estudantes


A conclusão do ensino fundamental é uma etapa essencial da vida estudantil, mas para grande parte dos alunos latinos-americanos ela é concluída sem que sejam aprendidas habilidades mínimas.

A EDUCAÇÃO PRECISA TORNAR A CORRUPÇÃO TÃO REPULSIVA QUANTO A HOMOFOBIA”, 

DIZ RENATO JANINE.


Resultado de imagem para educação e corrupção

No dia 17 de março de 2014, foi deflagrada a primeira fase da Operação Lava Jato. Desde então, ela já chegou até a 45ª fase, entre críticas e honras, com 165 condenações e a descoberta de desvios que podem chegar a 10 bilhões de reais. Nesses três anos e meio, os noticiários foram inundados de reportagem sobre a prisão de políticos, empresários e doleiros, o que trouxe um efeito colateral ao país. A população aumentou seu ódio pela política e alimenta uma sensação de impotência e fracasso, num círculo vicioso que deixou a sociedade dividida e paralisada.
MENOS TRIGONOMETRIA, MAS PENSAMENTO CRÍTICO: ESPECIALISTA DO MIT SUGERE ESTRATÉGIAS CONTRA ‘PASSIVIDADE DE ALUNOS.

Aluna da rede de ensino estadual da Bahia, em foto de 2016

Disciplinas de pouca aplicação prática e ensino de conteúdo distante do contexto real são prejudiciais aos alunos por ensiná-los a pensar de um modo linear, que não os prepara para o mundo. É o que diz a especialista americana em educação Jennifer Groff, pesquisadora-assistente do Laboratório de Mídias (Media Lab) do MIT (sigla em inglês para o Instituto de Tecnologia de Massachusetts).
BRASIL TEM "INVESTIMENTO EUROPEU EM UNIVERSIDADES" E PRECÁRIO NO ENSINO PRIMÁRIO.

brasil tem investimento europeu universidades precário ensino fundamental médio

Novo estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revela que o Brasil é um dos países que menos gastam com alunos do ensino fundamental e médio, mas as despesas com estudantes universitários se assemelham às de países europeus.

O Brasil é um dos países que menos gastam com alunos do ensino fundamental e médio, mas as despesas com estudantes univerisitários se assemelham às de países europeus, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO?


Resultado de imagem para alfabetização

 

A resposta mais simples e direta é: lendo para ele sempre que possível. Mas dessa resposta deriva uma série de outras questões. E se não houver tempo ou recursos para essa leitura? Quais livros ou textos devo ler para meu filho? E se eu não for capaz de ler? Como devo ajudar nas tarefas de casa? 
REFLEXÕES DE UMA ANTROPÓLOGA E MÃE: 'O QUE APRENDI COM ÍNDIOS SOBRE EDUCAÇÃO INFANTIL'

Resultado de imagem para crianças dos Indios xavantes

·    "Eu e Martim fomos para a beira do rio, de onde havia saído uma canoa com crianças bem pequenas - quatro, cinco, seis anos - lá para o fundo. (Mas) começou uma ventania muito grande, o rio começou a ondular. De repente, vimos a canoa virar no meio do rio. Não tinha um adulto, ninguém. Subi correndo para avisar os adultos. Quando voltei, já tinha saído uma outra canoa, com outra turma (de crianças), resgatado as outras. Elas nadaram, viraram a canoa e voltaram para a beira. Estava tudo bem. Você vê que domínio sobre esse ambiente? É demais. Foi na aldeia Deia Tuba-Tuba, do povo Yudjá. São conhecidos como exímios navegadores."

5 IDEIAS PARA MELHORAR A ESCRITA DOS ALUNOS

escrita-alunos

 

É muito importante ajudar seus alunos a escreverem melhor e conseguir se expressar com as palavras, muitas vezes os alunos até sabem escrever, mas erram a escrita de muitas palavras. Em outros casos até sabem escrever corretamente, mas não se expressam tão bem e por isso acabam entrando em contradição. É muito fácil perceber que os adolescentes e jovens de hoje precisam melhorar a escrita, basta prestar atenção nas redes sociais.
A CRISE DA EDUCAÇÃO NO BRASIL NÃO É UMA CRISE; É PROJETO

Sala de aula da UERJ

Cortes deliberados em ciência, tecnologia e educação são parte do plano antinacional de inviabilização do futuro do Brasil.

A frase de Darcy Ribeiro que titula este artigo sintetiza o governo que nos assola desde o golpe do impeachment: a dita crise, criada de fora para dentro, é um projeto de desconstrução, com início, meio e fim, que percorre todos os vãos da vida nacional, mas se concentra na inviabilização do futuro do país, cortando de vez as possibilidades objetivas de retomada do desenvolvimento, pois todas elas dependem de ensino, pesquisa e tecnologia, o alvos mais frágeis.
books-4_1
Apenas um terço das editoras publica e-books; vendas mal passam de 1% do total. Poucos títulos e insistência dos governos no papel estão entre as principais razões

No dia 23 de agosto, foi divulgado o primeiro Censo do Livro Digital, pesquisa inédita sobre a produção e comercialização do formato no mercado editorial brasileiro.
Realizado pela Fipe, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, em parceria com a Câmara Brasileira do Livro e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros, o censo mostra que os e-books correspondem a 1,09% do faturamento total das editoras; 2,38% se excluirmos livros técnicos, didáticos e religiosos.

ALFABETIZANDO COM CONTOS DE TERROR DA CULTURA POPULAR BRASILEIRA



A cultura popular brasileira, em suas diversas manifestações, está sempre presente em minhas aulas durante todo o ano. Nunca espero o mês de agosto para explorar com os alunos a beleza e a riqueza de nossa maravilhosa cultura. São cantigas, histórias, danças, festas, lendas, ritmos, brincadeiras, saberes populares, crenças, hábitos de vida, comidas e muito conteúdo que permanece vivo de geração a geração. Minha cabeça fervilha de ideias para explorar tudo isso na alfabetização de meus alunos. Tenho em casa um bom acervo de obras sobre a Cultura Popular Brasileira. São CD’s, livros, imagens, historias que coletei com os alunos e suas famílias, etc. Considero tudo um tesouro!

ENSINAR HISTÓRIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL



ENSINAR HISTÓRIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Quantas vezes pronunciamos história em um dia? No nosso cotidiano, empregamos a palavra história com vários sentidos, mas dois se sobressaem. O primeiro é vida. Evidentemente, não vida biológica, pura e simples. Mas, vida no sentido social: pensar, agir e sentir. Temos consciência de que estamos vivos quando constatamos que pensamos, tomamos decisões e experimentamos sentimentos vários como a dor e o amor. Vida, nesse sentido, é história e viver, consequentemente, é construir história.

11 PLANOS DE AULA SOBRE MEIO AMBIENTE



11 PLANOS DE AULA SOBRE MEIO AMBIENTE

Veja como trabalhar questões ligadas a esse assunto na escola

Produção de resíduos, sustentabilidade, efeito estufa e poluição podem ser grandes assuntos para abordar na sala. Além de serem questões reais e urgentes, que estão constantemente presentes nas notícias publicadas na mídia, esses temas podem ser um instigante ponto de partida nas aulas de Ciências, Biologia, Química, Informática e até Língua Portuguesa.

DEBATE: ENSINO MÉDIO FLEXÍVEL VAI AJUDAR NA ESCOLHA PROFISSIONAL?



DEBATE: ENSINO MÉDIO FLEXÍVEL VAI AJUDAR NA ESCOLHA PROFISSIONAL?
Diretores de colégios discutem prós e contras do modelo de itinerários formativos e do aconselhamento vocacional
As novas regras do ensino médio devem aumentar a importância do aconselhamento vocacional nas escolas. Agora, além de orientar para a escolha da profissão, a tutoria deve ajudar o estudante a escolher entre cinco áreas de interesse: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas, ou ensino técnico.
O novo modelo divide opiniões entre educadores. Para alguns, a divisão do ensino entre itinerários formativos não garante a motivação do aluno. Outros defendem a flexibilização do currículo como a melhor solução para o abandono escolar, que tem no ensino médio a maior proporção entre todas as etapas da educação básica. Tampouco há consenso sobre o formato ideal que a tutoria deve assumir após a reforma.

A "alegoria da caverna"



"alegoria da caverna" é porventura o texto mais lido de Platão, quiçá o mais comentado de toda a história da filosofia. Ao contrário do que muitos julgam, não se trata de uma obra do filósofo grego, mas de um excerto retirado da monumental "República", escrita na sua fase de maturidade. O texto constrói-se por antinomias - luz, sombras; realidade, aparência; saber, ignorância; libertação, escravidão; etc. - e constitui um dos pilares da metafísica. Por isso mesmo, é um texto de iniciação à filosofia por excelência. Aqui deixo um vídeo que serve de incentivo à sua leitura. Boa leitura. 



EaD e o futuro da educação: o uso da tecnologia na aprendizagem



EaD e o futuro da educação: o uso da tecnologia na aprendizagem

O ensino está ganhando novas formas. Entre as razões para isso, estão as mudanças sociais e culturais que vêm acontecendo naturalmente ao longo dos anos e que impactam na relação de ensino-aprendizagem. Um dos principais aspectos, nesse sentido, é o desenvolvimento tecnológico que tem revolucionado a educação a distância (EaD), permitindo que os cursos sejam mais interativos e o desempenho dos alunos seja devidamente acompanhado, como já ocorre no método presencial. Consequentemente, os resultados são altamente eficazes, fazendo com que a EaD e o futuro da educação estejam intrinsecamente relacionados.

REFORMA DO ENSINO MÉDIO ESBARRA EM FALTA DE ESTRUTURA E RECURSOS



REFORMA DO ENSINO MÉDIO ESBARRA EM FALTA DE ESTRUTURA E RECURSOS

Maioria dos municípios brasileiros têm apenas uma escola de ensino médio; turno triplo está presente em 41,9% das unidades e só 54,9% dos professores têm formação na disciplina em que atuam

PASSA QUATRO (MG) - Depois de sancionada, a reforma do ensino médio passará agora por uma série de entraves e desafios para ser implementada, de fato, pelos Estados brasileiros. Enquanto a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) não é aprovada – peça-chave para que as mudanças comecem –, secretários já se reúnem nos Estados para pensar em como implementar a transformação em suas redes, especialmente nas mais desiguais, com muitas cidades pequenas, poucas escolas e recursos e grande concentração de alunos. 

Nem 1%, nem 80%: a real taxa de analfabetismo funcional entre universitários

Filósofo Olavo de Carvalho gerou debate ao mencionar dado na Brazil Conference, em Harvard RODOLFO BUHRER GAZETA DO POVO
Nem 1%, nem 80%: a real taxa de analfabetismo funcional entre universitários
Estudos recentes sobre o assunto apresentam número bem menor do que o mencionado por Olavo de Carvalho, mas o cenário geral é muito ruim
Em abril, durante a Brazil Conference, em Harvard, o filósofo Olavo de Carvalho afirmou que 80% dos formandos de universidades brasileiras são analfabetos funcionais. Ao final, ele foi contestado por uma integrante da plateia, que apresentou um dado muito diferente: o índice entre os universitários seria de apenas 1%. Objetivamente, quem está certo? A resposta curta é esta: nenhum dos dois.

Michel Foucault, um crítico da instituição escolar


Michel Foucault, um crítico da instituição escolar

Por meio de uma análise histórica inovadora, o filósofo francês viu na educação moderna atitudes de vigilância e adestramento do corpo e da mente